Vendas (11) 5081-7151 Suporte (11) 9 8231-5331

GERADOR DE LAUDO DE EEG EM UTI COM TERMINOLOGIA ACNS 2012

Gerador de laudo de EEG em UTI

Além de uma nova nomenclatura, que procura abandonar termos como "PLEDs", cuja associação a ictos é equívoca, as regras da ACNS de 2012 incluem uma lista extensa de qualificadores da atividade. Como maneira de treinar a nova classificação, disponibilizamos essa página dinâmica que gera os termos à medida em que você seleciona os qualificadores em uma lista distribuída em abas.

Versão: 9-Nov-2017 (corrigido erro no item "Gradiente AP")

Veja também:
Exemplos de traçados de EEG UTI

Laudo do EEG
A descrição irá aparecer nesse painel à medida que você selecionar os itens abaixo
Atividade periódica ou rítmica:
Atividade de base caracterizada por:
Atividade epileptiforme:


Atividade periódica ou rítmica

Termo principal 1 (Distribuição)

Morfologia

Nota: (1) Todo padrão deve se repetir por mais de 6 ciclos
(2) Se houver GPD e RDA, no laudo deve ser usado o termo GPD+

Modificadores maiores

Prevalência


Duração


Frequência


Fases. Aplicável em atividade periódica (PD) ou ponta-onda (SW).


Sharpness


Amplitude absoluta.Em montagem dupla-banana.


Amplitude relativa.Em relação à atividade de base. Apenas para atividade periódica (PD).


Polaridade.Para atividade periódia (PD) ou ponta-onda (SW).


Reatividade a estímulos. (SI)


Evolução.2 ou mais mudanças sequenciais em frequência, morfologia ou localização, com no mínimo 3 ciclos em cada fase, sem permanência de um dos aspectos por mais de 5 minutos


Flutuação.3 ou mais mudanças em frequência, morfologia ou localização, com no mínimo 3 ciclos em cada fase, todas ocorrendo dentro de intervalo de 1 minuto. Mudanças em amplitude não caracterizam evoluação ou flutuação.


Aspectos plus (+).conferem caráter com mais associação a ocorrência de “ictos”.

Aspecto Quasi-.Quasi-periodicidade ou Quasi-ritmicidade são aplicáveis apenas em EEG quantitativo, quando a periodicidade varia de 25 a 50%


Início.

Morfologia trifásica
Ondas trifásicas
Atraso AP ou PA. Deve ser maior que 100ms
Gradiente AP

Atividade de base
Simetria
Assimetria de amplitudes
Assimetria de frequências

Efeito breach (marcar derivações em que está presente)

Frequência dominanteEspecificar frequência e região dominante
Gradiente ântero-posterior

Variabilidade

Reatividade

Voltagem

Elementos de sono (fusos e complexos K)

Continuidade
Quantificação de elementos epileptiformes não-rítmicos Descrição de atividade epileptiforme (se presente):

Quantificação de atividade epileptiforme

Referências:


1. Hirsch LJ, LaRoche SM, Gaspard N, Gerard E, Svoronos A, Herman ST, Mani R, Arif H, Jette N, Minazad Y, Kerrigan JF, Vespa P, Hantus S, Claassen J, Young GB, So E, Kaplan PW, Nuwer MR, Fountain NB, Drislane FW. American Clinical Neurophysiology Society's Standardized Critical Care EEG Terminology: 2012 version. J Clin Neurophysiol. 2013 Feb;30(1):1-27..


Responsável pelo aplicativo: Edrin Vicente, Neurologia e Neurofisiologia intra-operatória, CRM SP 78867 (edrin@kandel.com.br)

Contato

  • Vendas (11) 5081 7151
  • Suporte (11) 5081 4798
  • contato@kandel.com.br

Escritório Comercial

  • Rua Vergueiro, 2253, CJ 1406
  • Vila Mariana - São Paulo - SP
  • CEP 04101-100

Centro de Distribuição

  • Rua Duque de Caxias, 128, SL 4
  • Centro - Serra Negra - SP
  • CEP 13930-000

Redes Sociais